A Sereia - Kiera Cass


Título: A Sereia
Título Original: The Siren
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2016
Páginas: 328
Nota: 3/5

Sinopse: "Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração."


                           ➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻


Ano passado pude ter a experiência de ler o primeiro livro da série a Seleção escrita pela autora Kiera Cass. Durante o percurso da leitura, fiquei ansiosa com a narrativa e o mundo do qual ela estava apresentando. Foi então, que a curiosidade ficou tamanha com a descoberta do novo lançamento da autora, assim como, sobre o tema que iria ser tratado no livro A Sereia. Sendo assim, não podia deixar de conhecer o mundo das sereias pelo ponto de vista da autora.

No quarto iluminado do cruzeiro, uma cena peculiar entre uma família ocorre. O pai chama a mulher e a filha para descer com ele, até o momento nada anormal ocorre, até que todos no navio ouvem uma canção serena da qual, aos poucos começa a tocar a alma de todos ali presente. Porém, o mais bizarro é o mar de corpos pulando do navio para o mar aberto feliz para nunca mais retornar. E é justo neste pequeno detalhe que Kahlen vem em si, percebendo o que estava acontecendo ao seu redor, no momento ela não se encontra junto a sua família e sim, indo em direção ao mar. Em uma luta para sair de toda aquela confusão, uma porta se abre e Kahlen se vê diante três belas mulheres, e diante a decisão de seu futuro. O desejo de se salvar da morte, ou seguir com sua família. Pois, se for o caso de viver, terá que permanecer por durante 100 anos servindo a sua nova mãe a água, como uma sereia, acompanhadas por suas irmãs sem poder ter qualquer contato com humanos que possa colocar a risca a verdadeira identidade. E é justo aí, que a vida de Kather lhe prega uma peça, seu coração nutre um amor proibido por Akinli, aquele que poder colocar tudo a perder.

A partir desse princípio a narrativa começa a se desenrolar pelas páginas, trazendo diversos questionamentos a cerca de ações ocorridos em todas as vidas dos personagens, sempre acompanhados ativamente pelos sentimentos mais profundos dos seres humanos. A autora nos apresenta personagens com passados tristes, onde existe a ausência de amor e afeto pelas pessoas próximas, o não compartilhamento de um sonho com aquele que ama, e até o fato de não poder participar da vida do sangue de seu próprio sangue. Tudo isso sobre cada personagem, só faz com que a reunião de ambos desenvolva um porto seguro, uma corda envolta de todos, por aonde irá surgi aquilo que falta a cada um, pessoas que compreende o desespero e o momento difícil de cada um, e está ali para ajudar o máximo que puder.  

Uma leitura fluida, e triste, por onde as palavras sofrimento e esforço estão de braço dados por todas as páginas. Mesmo assim, o leitor irá querer descobri o que irá resultar das escolhas de Kahlen, devorando capítulo por capítulo até o fim do volume. Sem esquecer de comentar, que apesar de ser uma adaptação da mitologia das sereias, a autora buscou escavar fundo nos sentimentos profundos de uma seria, mostrando sua vida e o fardo que ela tem o dever de carregar só.

Comentários