{Resenha Anime} Koi to Uso


Título: Koi to Uso
Autor: Musao
Direreção: Takuno Seiki
Produtora: LIDENFILMS 
Gênero: Shounen, Srama, Romance, Vida Escolar
Adaptação: Sim
Episódios: 12
Temporada: 1
Ano: 2017
Avaliação: ✩✩✩✩✩

Sinopse:  "Mentiras são proibidas e o amor é duplamente proibido. Num futuro próximo, quando os jovens no Japão completarem 16 anos, o Governo lhes atribui um parceiro matrimonial. As pessoas não precisam passar pelo trabalho de procurar alguém, e elas aceitam que o país encontre um parceiro compatível para torná-las felizes. Yukari Nejima tem quinze anos de idade. Ele vive em um canto pequeno do país, e simplesmente não tem experiência de vida nem perspectiva de futuro. Tanto academicamente quanto atleticamente ele está abaixo da média. Mas dentro dele, ele esconde um coração ardendo de paixão! Neste mundo em que o amor é proibido, o que acontecerá com ele quando se apaixonar?"



 Imagina se você tivesse que ser obrigado a unir a sua vida com outra pessoa de acordo as escolhas de outros? Duas pessoas unidas através das escolhas de um governo sem escolhas, onde ambas foram acreditadas que possui o maior laço possível, uma combinação perfeita mas que no fundo nem ao menos se conhecem. Realmente é um momento difícil na vida de qualquer um imagina na vida de jovens de 16 anos. 

 A ideia do autor trazer para os dias atuais relacionamentos arranjados e ainda por trás disso, ter o Governo como causa deixa a principio a história mais curiosa. Isso, pois nos dias atuais com a liberdade que temos não passa pelas nossas cabeças se alguém ou algo maior tivesse que tomar essa liberdade de decisão. Alias, se tratando de sentimentos, não tem como  nos enganarmos sem machucar nós mesmos e outras pessoas. 



 Os personagens desse anime vão sendo construídos de forma corriqueira com os eventos. A medida que as escolhas começam a ser decisivas as personalidades de cada um começa a ser mostrada. Para cada um é apresentado uma personalidade totalmente diferente, aqui se assemelha a um quebra-cabeça onde cada um represente uma peça e pode simplesmente se encaixar. Mas, como todas as coisas da vida nunca podem ser simplesmente fácil e agradável para todos, as peças começam a ter pensamento próprio e acaba por puxar para outro caminho. 

 Alias, é possível estarmos apaixonados por mais de uma pessoa? O amor tem barreiras físicas? Ou tudo isso não importa desde que as partes estejam felizes juntas? Essas são perguntas discutidas no anime, acreditamos muito que o amor nasce e floresce entre dois indivíduos de sexos opostos, ou o amor por pessoas do mesmo sexo. Aqui, o autor abordou a perspectiva que sim podemos amar intensamente mais de uma pessoa, as vezes durante o nosso cotidiano compartilhamos sentimentos por varias pessoas que passa em nossas vidas, só não pensamos e não damos o devido valor. Para alguém, amar o outro pode ser estranho se o outro for um amigo de infância mas que o mesmo já ame alguém, ou aquele que se espelhe tanto o outro que acabe amando tudo que ele faz até mesmo ele por inteiro. Sendo assim, em Koi to Uso o amor não possui limites, aos invés de barreiras temos somente diversas formas de amar e podemos sim viver felizes com elas, já que adversidades existe e sempre irão existir.

Comentários