Para Todos os Garotos que Já Amei - Jenny Han


Título: Para Todos os Garotos que Já Amei
Título Original: To All Boys I've Loved Before
Autor (a): Jenny Han
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Ano: 2015
Avaliação:☆☆☆

Sinopse: "Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar."

História: Para Todos os Garotos que já Amei é um livro que possui uma narrativa típica de sessão da tarde. Aqui temos uma garota meiga em um ambiente americano característico com dilemas escolares, dilemas recorrentes de sua faixa etária de idade e seus momentos em família. Assim, estamos adentando em um livro abordando a vida cotidiana de uma jovem e todas as suas descobertas durante cada momento vivido por ela. 

Narrativa + Escrita: Han consegue trazer tudo o que é de mais doce em sua escrita, narrativa, personagens e por fim em tudo que compõe esse primeiro livro. Assim como a capa de seu livro, todas as cores que nos toca quando estamos lendo são cores pastéis, dando a impressão de estarmos lendo algo doce. Mas, durante todo essa fofice o desenrolar da história de nossa protagonista Lara Jean, se mantem morna por todo livro. Por toda a narrativa não conseguimos ter momentos de surpresa, acompanhado de uma escrita leve.

Personagens: Lara Jean é uma protagonista que consegue deixar todos os seus toques ao longo da sua narrativa. Jean é uma jovem meiga, alegre, otimista, calma, aquela pessoa que em algumas questões não espera acontecer. É um bom exemplo de garota que muitas desejaria ser, mas apesar dessas qualidades ela se esconde atrás de uma forte insegurança a impendido de seguir em frente em alguns momentos. Por algumas vezes, até parece que Jean segue sua vida de acordo com os regimentos e a aceitação de sua irmã mais velha e todas as pessoas a seu redor, tentando ao máximo ser o espelho de qualidades e defeitos dos outros e não de si mesmo.

Destaques: Han trouxe em sua história um turbilhão de conceitos e preceitos de uma sociedade. Temos muitas características de sua origem tanto no modo de vida dos seus personagens, mostrando claramente a resistência de mantermos acessa as nossas origens e não termos vergonha de a termos. Além disso, a personagem Lara Jean é bom exemplo da discussão de alguém que se fecha em seu mundo por ter medo de experimentar o novo. Esse novo muitas vezes, nos dá tanto medo que perdemos a cabeça deixando de viver tantos momentos de aprendizados.     

Comentários